• raquelburanelli

05 filmes para chorar mesmo

Chorar alivia, gente. Escolha um filminho desta lista se está precisando umedecer os olhos!

01) Para Sempre Alice (Still Alice, 2014)

Alice Howland, vivida por Julianne Moore, é uma renomada pesquisadora e professora universitária que, por toda sua vida acadêmica, dedicou-se aos estudos da comunicação. Aos 50 anos, no auge de sua carreira, Alice passa a apresentar pequenos esquecimentos, a se perder pelas ruas e é, então, diagnosticada com Alzheimer precoce. A obra é baseada no livro homônimo, escrito pela neurocientista americana Lisa Genova, e traz a angústia da doença, sua capacidade de deterioração e limitação. Julianne Moore recebeu o Oscar de Melhor Atriz por este papel, que brilhantemente trouxe às telonas toda a sensibilidade e fragilidade da doença.

02) Preciosa – Uma História de Esperança (Precious, 2009)

Ao final da década de 80, a adolescente Claireece “Preciosa” Jones enfrenta uma vida muito difícil em Nova York, no bairro de Harlem. A jovem de 16 anos sofre maus-tratos em seu ambiente doméstico, sendo constantemente abusada pela mãe e violentada sexualmente pelo pai. Sua vida fora de casa também não é fácil, sofrendo discriminação por ser negra, gorda e pobre. Preciosa tem um filho portador de síndrome de Down e, ao engravidar pela segunda vez, é expulsa da escola. Ao encontrar uma escola alternativa, a jovem busca uma forma de fugir de sua vida complicada. Este drama social é, na verdade, um retrato de diversos lares reais, nos quais crianças e adolescentes sofrem discriminação, agressão e opressão. Preparem os lencinhos.

03) A Teoria de Tudo (The Theory of Everything, 2014)

Em A Teoria de Tudo, Eddie Redmayne nos traz uma interpretação impressionante e impecável do físico britânico Stephen Hawking. Nesta biografia, conhecemos a vida do gênio cientista que fez descobertas importantíssimas sobre o tempo e é responsável por muitas teorias do mundo físico. Aos 21 anos, Stephen foi diagnosticado como portador de esclerose lateral amiotrófica, doença responsável por confiná-lo a uma cadeira de rodas. O longa mostra seus relacionamentos afetivos, a evolução da doença degenerativa e a luta dele pela vida, com todas as dificuldades e conflitos, de uma forma extremamente sensível.


04) Mar Adentro (Mar Adentro, 2004)

Baseado em fatos reais, Mar Adentro conta a vida de Ramon Sampedro, vivido por Javier Bardem, um pescador que ficou tetraplégico após um acidente durante um mergulho na juventude. Ramon vive há 28 anos em uma cama e passa a lutar pela eutanásia, entrando na justiça pelo direito de decidir sobre sua vida. Seu caso chega à mídia, gerando conflitos com a sociedade e com os envolvidos na história, dividindo opiniões. O sofrimento de Ramon é inegável e podemos senti-lo através da incrível atuação de Javier Bardem.

05) A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl, 2016)

A obra é uma cinebiografia de Lili Elbe, perfeitamente interpretada por Eddie Redmayne (de novo aqui!), a primeira pessoa submetida a uma cirurgia de mudança de sexo na história. Lili nasceu como Einar Wegener, um pintor dinamarquês da década de 20. O foco da história é o relacionamento do pintor com sua esposa Gerda e a evolução e dificuldades em sua descoberta como mulher. O filme é muito intimista, sensível e delicado e nos traz também o impacto das decisões e transição de Lili em Gerda que, no início, leva tudo como uma brincadeira. É uma obra sobre cuidado, compreensão e amor incondicional.




1 visualização

©2020 por Raquel Buranelli. Orgulhosamente criado com Wix.com